Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Cabo Frio celebra São Pedro com barqueata neste domingo

Por em 01/07/2017
Cabo Frio vai celebrar São Pedro, o santo padroeiro dos pescadores com uma barqueata, neste domingo (2), que deve reunir cerca de 50 embarcações, entre elas, duas escunas com capacidade para cem pessoas cada uma que vão transportar os fiéis na tradicional procissão marítima. A Barqueata, organizada pela Colônia de Pesca Z-4 e Superintendência de Pesca da Secretaria de Agricultura da prefeitura de Cabo Frio com o apoio da secretaria de Turismo, Coordenadoria de Eventos e Guarda Marítima e Ambiental, sai do terminal de passeios marítimos do Boulevard Canal às 10h30 em direção à Praia do Forte.

A imagem do Santo padroeiro dos pescadores, pertencente à Colônia de Pesca, vai à frente da procissão no barco S.S. Souza, do pescador e morador do bairro Gamboa, tradicional reduto de pescadores de Cabo Frio, Márcio de Souza, o Bito, que está enfeitando a embarcação com bandeirinhas coloridas para conduzir a imagem do Padroeiro pela primeira vez.

A secretária de Turismo de Cabo Frio, Fabíola Bleicker, ressalta que o objetivo do governo Marquinho Mendes é resgatar e fortalecer as tradições cabofrienses, entre elas, a Barqueata de São Pedro. "As festas populares e o turismo religioso são importantes atrativos que, associados aos polos gastronômico e de Moda Praia e às competições esportivas que estão retornando a cidade, vão aquecer o inverno e a economia e gerar emprego e renda o ano todo", lembra a secretária.

A procissão marítima em homenagem a São Pedro é uma das mais antigas tradições cabo-frienses. O superintendente de pesca da Secretaria de Agricultura, Alexandre Marques, que pesca desde os 13 anos, lembra da época que reunia os amigos, às vésperas de São Pedro, para enfeitar o barco com bandeirinhas de papel coloridas que eram coladas uma a uma usando uma mistura de farinha de trigo e água quente. A procissão marítima em Cabo Frio, lembra o pescador, já reuniu 85 embarcações mas a tradição foi interrompida por 23 anos, entre os anos de 1984 e 2007. A Colônia de pesca Cabofriense reúne 2,2 mil pescadores mas, de acordo com Alexandre, Cabo Frio tem cerca de 6 mil pescadores atuando entre o mar e a laguna.