Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Conheça as modalidades em disputa no Aloha

Por em 02/06/2017
A segunda etapa do Aloha Spirit, o maior Festival de Esportes Aquáticos da América Latina, vai movimentar a Praia do Forte desta sexta-feira (2) até o próximo domingo (4). Sete modalidades serão disputadas por atletas brasileiros e estrangeiros. Entre as atividades estão Canoas Havaianas, Stand Up Paddle, Natação em Águas Abertas, Paddleboard, Surfski, Triathlon Waterman e Apnéia.

Stand Up Paddle - O Stand Up Paddle também é conhecido como SUP, surgiu no Havaí por volta da década de 1940, na Praia do Waikiki. No local, os "beachboys" (professores de surfe da região), usavam pranchas de madeira naval para acompanhar de perto os alunos, que davam os primeiros passos no surfe, no qual o praticante em pé em uma prancha usa um remo para se mover através da água. O SUP no Brasil chegou por intermédio de dois surfistas: Jorge Pacelli e Haroldo Ambrósio. Os dois trouxeram equipamentos mais modernos e fizeram o Stand Up Paddle virar uma febre. Logo, esse esporte se difundiu e começou a ser praticado nas praias do Rio de Janeiro, no Litoral de São Paulo, no Sul do país, e em lagos e rios em Brasília.

Canoa Havaiana - Canoa Havaiana ou Canoa Polinésia são nomes nacionalizados para denominar o esporte, que surgiu na região do triângulo polinésio e originalmente é conhecido como Va'a ou Wa'a. A cultura da Canoa existe há mais de 3 mil anos e as canoas foram inicialmente usadas pelos povos polinésios com a necessidade de colonizar novas terras na Região da Polinésia, que é um conjunto de ilhas no Oceano Pacífico localizado entre Austrália e Estados Unidos, incluindo Havaí e Taiti, este faz parte da Polinésia Francesa. Hoje no Brasil e no mundo, muitas competições são realizadas entre as diferentes modalidades como OC1, OC2 ou OC6, que são canoas remadas por uma pessoa, duas ou seis.

Apnéia - Conhecido também como o mergulho livre, é um esporte radical que envolve a cessação voluntária da respiração na água. Embora muitos possam ver este desporto como um treinamento físico, ele é baseado no relaxamento mental do indivíduo que o pratica, acrescentado também uma boa nutrição, hidratação e condicionamento do corpo em ambientes hipóxicos.

Surfski - o surfski é um caiaque de cockpit aberto (sit-on-top), longo, estreito e leve, geralmente com pedais controlando o leme. Surfskis são usados em todo o mundo para salvar vidas de surfistas, surfe em alto mar e Kayaksurf, também para treinamento e competição em corridas de água plana ou oceano. Eles são mais populares em regiões costeiras mais quentes como Austrália, Califórnia, Havaí e África do Sul.

Paddleboard - As competições com Paddleboard (Prancha de Remada) já existem há anos no exterior. No início, as pranchas eram utilizadas como meio de locomoção dos nativos entre diversas ilhas do arquipélago havaiano. Com o passar do tempo, ele continuou sendo utilizado pelos salva-vidas como equipamento para auxiliar no resgate e hoje é considerado uma modalidade esportiva como surfe, canoagem e etc. Para praticar o Paddleboard, o participante é impulsionado pelo movimento de natação usando os braços enquanto está deitado ou de joelhos em uma prancha específica. Esta modalidade já conta com grandes competições mundiais de curta ou longa distância, que geralmente são realizadas em mar aberto. Travessias entre ilhas ou viagem de uma área costeira para outra são muito comuns.

Natação - A natação existe há milênios, praticada na Grécia Antiga e pelos romanos, entre outros povos, a natação embora popular, demorou muito para se transformar em uma competição organizada, tendo seus estilos se desenvolvendo de diferentes formas ao longo da história. Hoje a natação é a modalidade aquática mais praticada no Brasil. Ela se transformou em diversas modalidades de competição como natação de águas abertas, natação de alto mar, natação de águas livres, natação de longa distância ou natação de fundo a natação de grandes distâncias, realizadas em lagos, rios ou mar aberto. Normalmente toma a forma de travessias ou provas de mar.

Triathlon Waterman- Em alguns países que respiram a cultura da praia, é natural crescer praticando mais de uma modalidade aquática. Super atletas foram surgindo não só com um condicionamento físico incrivelmente bom, mas com um conhecimento técnico e habilidade acima da média.

Disputa

A competição de canoa havaiana (Va’a) será válida para o Brasileiro da CBVAA. As provas terão largada e chegada no Canto do Forte. Os percursos de 15Km e 10Km irão percorrer a extensão da orla da Praia do Forte, com a mais longa raia chegando até a Ilha em frente à Praia do Pontal, já no trecho de Arraial do Cabo. As marcações para todas as modalidades serão sinalizadas com boias específicas.

As disputas de natação em águas abertas tiveram modificações em relação ao planejamento tradicional. A prova longa passou de 3,5 mil para 3 mil metros, atendendo a pedidos oficiais, e será realizada no sábado (3 de junho), após o stand up paddle. Já as provas de 1 mil e de 2 mil metros acontecem no domingo (4 de junho), bem como a de revezamento. A organização do evento informou ainda que estas mudanças já estavam previstas no cronograma, antes do início da abertura das inscrições.

O Stand Up Paddle terá provas de 1, 3, 6 e 9 Km e será disputado em um horário mais cedo que o habitual. A organização decidiu antecipar a modalidade para evitar os ventos fortes típicos do início da manhã. Além das competições por distâncias, na categoria adulto, haverá prova nas categorias Kids (500 metros) e Junior (1 km), todas com trajeto já definido.

A prova de SUP técnico, que vale premiação em dinheiro, só será definida e explicada no dia da largada, pois os ventos e ondas é que vão determinar a posição das boias.

As provas de paddelboard e paddleboard adaptado serão realizadas juntamente com a prova de stand up paddle em longa distância, no sábado, com um percurso de 3 Km. As demais provas não terão grandes novidades, ainda segundo a organização.