Portal da Prefeitura de Cabo Frio

Prefeitura reabre Centro Cultural Anderson Gigabyte

Por em 13/07/2017
A animação não faltou na noite de inauguração do Espaço Cultural Anderson Gigabyte, no Jardim Esperança, nesta quarta-feira (12). A Praça Agenor Santos, no centro do bairro, ficou lotada de artistas que compareceram em peso para prestigiar a festa.

O prefeito Marquinho Mendes e a vice-prefeita Ruth Schuindt compareceram ao evento, além do secretário de Cultura Ricardo Machado que na ocasião agradeceu a colaboração de todos que se envolveram na reabertura do Centro Cultural Anderson Gigabyte, como à empresa Armazém dos Fios, que cedeu material para a iluminação e aos artistas.

“Agradecemos o empenho de todos para mais essa conquista. Estou muito feliz em poder devolver à população do Jardim Esperança o Espaço Cultural Anderson Gigabyte. Tenho um carinho muito especial por esse bairro e tenho certeza que colheremos grandes frutos desse lugar”, afirmou.

Logo na inauguração, já ficou evidente a diversidade cultural do lugar. A noite começou com a União dos Músicos do Jardim Esperança comandada pelo Maestro Amilton Cerqueira. Os cantores Sarah Dhy e Júnior Carriço também animaram a noite diretamente da Kombination, projeto que vai levar música e cultura aos diversos pontos da cidade. A Capoeira também foi bem representada pelo Grupo Ginga de Corpo e encerrando a noite o Grupo de Rap “A-Vista” promoveu uma batalha de rap. O artesanato e a pintura também marcaram presença na festa.

O prefeito Marquinho Mendes falou da importância de resgatar a cultura do bairro.  “Estamos valorizando a cultura do Jardim, a ‘prata da casa’, o talento que por muitos anos foi esquecido. Aqui teremos a oportunidade de fazer esse resgate”, afirmou.

O espaço recebeu o nome de Anderson Giga Byte em homenagem ao morador local, cantor de rap e ex-membro do grupo PHP, Anderson Wagner, que morreu aos 25 anos de bala perdida. O Centro foi inaugurado em 25 de agosto de 2010, data do aniversário de nascimento de Anderson, e oferece oficinas gratuitas de teatro, pintura, dança de salão, desenho, produção de curtas-metragens, grafite, percussão, artesanato, fotografia, balé, modelo e manequim, maquiagem, capoeira, maculelê, DJ, violão, locução e introdução ao jornalismo.